Blog

4 coisas que você, provavelmente, não sabia sobre seus olhos

4 coisas que você, provavelmente, não sabia sobre seus olhos

1) Por que a pálpebra treme? É possível ter cãibras nos olhos?

Semelhantes a uma cãibra muscular, os tremores palpebrais têm relação direta com o estresse tanto mental quanto físico. Em caso de estresse físico, o problema está associado a situações que determinam alguma dificuldade para enxergar, obrigando o paciente a contrair excessivamente a musculatura facial, gerando, como consequência, os espasmos.

 

 

2) É possível chorar debaixo d’água?
A situação psicológica/emocional que envolve a ação do chorar está diretamente relacionada à contração da musculatura facial que, composta de inúmeros músculos, favorece a compressão do saco lacrimal*, facilitando a intensificação do lacrimejamento, classificado como choro. Independentemente do meio, qualquer situação que envolva esse mecanismo gera o choro.

 
3) Por que enxergamos imagens em 3-D?
A visão é determinada pelas informações captadas pelos dois olhos. A associação em conjunto da função de cada um dos olhos permite gerar o que chamamos de estereopsia, ou seja, visão em profundidade, responsável por permitir uma resolução da imagem em 3-D.

 

4) Por que acordamos com remelas nos olhos?
O mecanismo de abrir e fechar os olhos, piscar, ou também chamado de pestanejar, permite que a lágrima seja distribuída por toda a superfície ocular, fazendo a lubrificação plena dos olhos. Em situação ideal, esse mecanismo ocorre cerca de quatro vezes por minuto. Porém, quando dormimos, nossas pálpebras permanecem persistentemente fechadas impedindo a lubrificação; para suprir essa necessidade, é estimulada a formação de outro tipo de secreção pela superfície ocular, a mucoide, que muitas vezes é mais crostosa, isto é, com o aspecto de muco propriamente dito, mas se tratando basicamente da mesma situação.

Deixe seu comentário